07/07/2014

Manteiga ou Margarina?

Nada parece ser tão polêmico há tanto tempo como as gorduras.
 Atualmente, ainda bem, já sabemos que existem duas categorias delas: as que ajudam nosso corpo a funcionar melhor e, por isso, são INDISPENSÁVEIS, e aquelas que realmente não fazem bem.
Uma dúvida que ainda existe é se a margarina é realmente melhor que manteigapor ser de origem vegetal. A ciência tem dessas coisas, mas (ainda bem!) evolui por meio de pesquisas. O que era ótimo ontem, pode não ser amanhã. Veja os casos do ovo, do abacate e do próprio coco: antigamente condenados, hoje queridíssimos da nossa saúde.

Six different fats on spatulas and spoons
Imagem retirada da web
Com o tempo, a manteiga foi sendo deixada de lado, cedendo seu espaço na mesa do café da manhã para a margarina que, por sua vez, ganhou o rótulo de alimento saudável, deixando para a primeira o estigma de vilã. Mas será que é mesmo assim tão melhor? 

QUAL A DIFERENÇA ENTRE MANTEIGA E MARGARINA?

A manteiga é de origem animal e feita da nata do leite batido. Ponto final. E a margarina? Bem, a margarina. É obtida através de um processo bem mais complexo. De origem vegetal, a margarina é resultado de um processo chamado hidrogenação. Nele, as moléculas de hidrogênio são incorporadas às de gordura de maneira artificial, em altas temperaturas. É o calor que transforma a gordura insaturada em parcialmente saturada. Também durante a hidrogenação, as moléculas de gordura viram gordura trans e saturadas. Isto muito resumidamente.

ENTÃO... MANTEIGA OU MARGARINA? MANTEIGA!

Em especial por causa das calorias, e das gorduras saturadas, a coitada da manteiga ficou  esquecida, pois supostamente engordaria e provocaria doenças cardíacas. Mas hoje a pouco e pouco começa a reconquistar o seu espaço.  Sabe-se, por exemplo, que o consumo da gordura transformada (da margarina) é nociva, e infelizmente está na maioria das margarinas! 
Já sobre a manteiga, descobriu-se que além do sabor e de ser um alimento natural, contém muito mais que se imaginava. 
Podem saber mais no blog da Pat Feldman, onde podemos ler em alguns dos posts que, a super deliciosa manteiga contém ácido burítico (bom para a saúde metabólica e intestinal, além de prevenir o cancro), vitamina A (antioxidante e facilita a digestão das proteínas) e ainda ajuda a prevenir a artrite e osteoporose, além de doenças na tiróide e outras. E esta hã?!?!
Só é preciso prestar atenção, porque como a maioria dos produtos industrializados, colocam ainda alguns aditivos. Por isso, o ideal é ler os ingredientes que a compõem. 

Além da manteiga, eu utilizo no meu dia a dia as seguintes gorduras (boas): azeite extra virgemóleo de coco e ghee (manteiga clarificada), além des frutas como abacate e côco, assim como as oleaginosas.
Mas como tudo na vida, o equilíbrio na hora de a consumir é o rei. 
O importante, acima de tudo, é pensar na origem do que se come.

Sem comentários:

Enviar um comentário